Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

30.06.18

Bom dia, Sol


Maresia

O sol pediu à nuvem
Licença para passar.
A nuvem desajeitada,
Levou tempo a desviar.

Luísa, ali fechada,
Sem o sol para a brindar,
Sem os seus raios de luz,
Ficou no escuro a chorar.

Mas a nuvem vagarosa,
Com o vento a ajudar,
Deixou o sol esgueirar-se
E pôr o quarto a brilhar.

Luísa, bateu as palmas.
Deu os bons dias a gritar.
Saudou cada recanto.
Quem lhe dera dançar!

O seu quarto é o seu mundo,
Seu sorriso a energia solar.
Com chuva faz curto circuito,
Nem se consegue ligar.

 

20180609_111134.jpg

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.